Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

23
Jun20

Teletrabalho

Albertino Ferreira

Talvez seja abusivo afirmar que os portugueses não são sensíveis a este tema, o certo é que foram muito poucas as resposta obtidas às dezenas de exemplares do questionário enviadas. Apenas 4. É sobre elas que a análise se debruçará, o juízo sobre a representatividade das respostas ficará ao critério de cada um.

3f4eaf3725aa18bfefd0590c33596454.jpg

 

O questionário, sem abordar toda a amplitude da problemática do teletrabalho, refletiu algumas das preocupações que surgem a público nas notícias, debates e estudos que sobre a matéria se fazem. 

 A questão "Os custos com os equipamentos de trabalho e com o seu funcionamento devem ser da responsabilidade da entidade patronal" foi a que colheu unanimidade total das respostas recebidas.

De uma forma geral, os portugueses acolhem bem esta modalidade de trabalho e não são tão favoráveis às vozes críticas. É o que se deprende da resposta dada quando convidados a fazer um julgamento , "O teletrabalho é positivo no geral, as criticas são dos velhos do Restelo do costume". com metade dos inquiridos a responder positivamente.

Exatamente a mesma grandeza dos que entendem que o teletrabalho não é generalizável a todas as atividades e trabalhadores, "É uma modalidade que pode ser útil para alguns trabalhadores e trabalhos, mas não para todos".

De forma semelhante, 50% dos inquiridos manifestaram a opinião de que "O horário de trabalho deve estar claramente definido".

A questão do possível isolamento social dos teletrabalhadores "O teletrabalho poderá aumentar o isolamento social e profissional do trabalhador" é algo que preocupa 25% portugueses.

A mesma percentagem é do entendimento de que "O teletrabalho reforça a posição do trabalhador em relação à entidade patronal", discordado que a individualização das relações laborais - que pode surgir com o teletrabalho - seja desfavorável ao trabalhador.

Não receberam qualque resposta os itens:

Os custos com os equipamentos de trabalho e com o seu funcionamento devem ser da conta do trabalhador;

- O teletrabalho enfraquece a posição do trabalhador na relação com a entidade patronal;

- Nem número de horas diárias de trabalho, nem os dias de trabalho semanal devem ser fixados

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D