Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

28
Abr21

Os 25 países mais ricos do mundo

Albertino Ferreira

Data-Stream-Richest-Countries-1.jpg

Estes são so dados. O que torna ainda mais chocante  desigualdade e a pobreza que existe em quase todos eles, a começar pelos EUA!

O PIB per capita - o indicador usado - esconde essa desigualdade, uma vez que é um valor médio.

E, como se sabe, as médias enganam, como demosntra este exemplo pitoresco: duas pessoas vão a um restaurante, uma come um frango, a outra nada come. Fazendo a estastística, em média cada uma comeu meio frango. O que nada term a ver com o acontecido.

Ou seja, as médias pode estar muito longe da realidade, ser enganadoras

 

29
Mai20

O plano para a recuperação

Albertino Ferreira

Algumas das verbas possíveis estão indicadas no gráfico. Elas indicam que, neste momento, a UE não pretende correr os riscos políticos da austeridade violenta que impôs depois da crise de 2007/2008. Depois, mais para a frente, se as coisas acalmarem, logo se verá...

O que não deve impedir uma análise mais profunda. Por exemplo, no mesmo período, 4 anos, o montante que Portugal irá pagar de juros da dívida é  igual, superior ou inferior ao que irá receber?

Bom, 25 mil milhões de euros de juros da dívida a pagar no mesmo período parece ser um montante bem superior.

E. ao ritmo atual,  40 mil milhões de euros para offshores sem pagar imposto são muito mais.

Depois, como se pode compreender ainda  que a UE pretenda carregar mais na dívida se ela é já tão pesada? 

Os 250 mil milhões não poderia também ser suportados pela UE?

Ainda, países tão ricos, e que tanto têm beneficiado com a UE, como a Alemanha e a França, não poderiam receber menos? 

EZCMGIwWkAEEc2g.jpg

 

27
Mai20

Apoio à Economia

Albertino Ferreira

Há paises a apostar forte para que a economia não se afunde. O coronavíruis veios agravar problemas já existente. O problema é o de saber se esses fundos chegam de facto a quem precisa e deles fará uso útil. Aí há muitas dúvidas. Em Portugal, por exemplo, o governo recorre à intermediação bancária, privada na grande maioria, para fazer chegar esse dinheiro às empresas. Logo, esses apoios são um negócio para a banca, que depois ainda junta uma série de condições não colocadas pela entidade pública. Porque é que o governo não criam uma agência pública para fazer chegar o dinheiro público a quem é devido? Porque é que tem de contratar privados?

21672.jpeg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub