Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Artigos Meus

Artigos Meus

07
Set18

Salários altos e baixos

Albertino Ferreira

O movimento salarial está a conhecer duas realidades opostas; do lado esquerdo, reduz-se a percentagem dos trabalhadores que recebem salários baixos - trabalhadores a tempo inteiro cujo salário é inferior a menos de 2/3 do salário mediano de todos os trabalhadores a tempo inteiro - do lado direito, o contrário, aumenta a percentagem dos trabalhadores a tempo inteiro a auferir salários elevados - aqueles que superam em mais do que uma vez e meia o salário mediano de todos os trabalhadores a tempo inteiro

 

 

SBA.png

Analizando-se a estatística, fica-se com a ideia de que a OCDE tem dificuldade em recolher os dados de vários países sobre os salários elevados, daí não constarem do gráfico, como os EUA, por exemplo.

Pelos dados publicados, verifica-se que Portugal é dos países que regista maior percentagem de trabalhadores com salários elevados.

SA.png

 

Sobre os salários baixos a informação da OCDE já é mais extensiva; aqui, Portugal é dos países com menor percentagem de trabalhadores a auferir um tal tipo de vencimento.

SB.png

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D