Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

30
Jul18

Dos mais desiguais

Albertino Ferreira

Portugal resulta ser dos países mais desiguais na repartição primária do rendimento (entre o fator trabalho e o fator capital); o coeficiente de Gini, que mede a desigualdade, é quase de 50. Depois dos impostos sobre o rendimento e as transferências sociais, a desigualdade reduz-se sensivelmente, contudo, Portugal mantém-se, ainda assim, como um dos países mais desiguais.

causafig1.png

 Nota: O Coeficiente de Gini varia entre o valor 0 = a igualdade é absoluta, todos têm o mesmo rendimento,  e o valor 100 = a desigualdade é extrema, um único indivíduo detém todo o rendimento. Por isso, quanto maior for o seu valor, maior a desigualdade.

 

19
Jul18

O parte dos lucros e a dos salários no PIB

Albertino Ferreira

"Segundo o INE, em 2016, os trabalhadores por conta de outrem, os que recebem ordenados e salários, representavam 82,2% da população empregada (eram 3.787.200), enquanto os patrões, também chamados “empregadores”, que se apropriaram do chamado “Excedente Bruto de Exploração”, representavam apenas 4,7% da população empregada (eram 219.500)."

A "conclusão que se tira com base nos dados divulgados pelo INE é a seguinte: Entre 2010 e 2015, a “Parte dos salários e ordenados no PIB” diminuiu de 36,8% para 34,1%, enquanto a “parte do Excedente Bruto de Exploração”, que reverte para os patrões, subiu de 41,3% para 43%.Em 2016, observa-se uma pequeníssima inversão destas tendências: entre 2015 e 2016, a “Parte de salários e ordenados no PIB” sobe de 34,1% para 34,2%, e a “Parte do Excedente Bruto de Exploração no PIB” desce de 43% ara 42,8%." Eugénio Rosa

 

des.png

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D