Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

30
Ago18

Salário Médio Anual Bruto

Albertino Ferreira

Em termos correntes, isto é, sem ter em conta os efeitos corrosivos da inflação, o salário ou vencimento médio dos trabalhadores portugueses (os assalariados a tempo inteiro em todos os setores da economia) aumentou entre o ano 2000 e 2017. Os valores referidos são brutos, não estão descontados dos impostos diretos e contribuições para os sistemas de saúde que se pagam, ou seja, não são valores líquidos, aqueles que efetivamente se recebem.

smba.png

Sem dúvida, independentemente de outras considerações, tal subida é motivo de satisfação. Que, no entanto, fica bastante abalada quando se compara o salário médio português com outros países da Zona Euro, citados pela OCDE. O nosso é dos mais baixos; o do Luxemburgo, por exemplo, é quase 4 vezes superior. 

smba1.png

Esclareça-se, ainda, que o montante do salário não é o mais significativo em si, o que verdadeiramente interessa é a quantidade de bens e serviços que com ele se pode adquirir, o que configura o seu valor real, que se obtém quando se limpam os efeitos da inflação. Neste caso é a tristeza, o salário real diminuiu; em 2017, o poder de compra dos trabalhadores assalariados foi inferior ao de 2000 em quase 700€.

smbra.png

 

O que aconteceu apenas em Portugal e na Grécia, onde os trabalhadores perderam poder de compra. Em todos os outros países ganharam.

smbra2.png

Como é visível no gráfico acima - onde se plasmam as diferenças em valores absolutos, em € -  e no gráfico abaixo, onde se registam as diferenças percentuais. Repare-se na Alemanha, um país, cujo governo é conhecido por exigir austeridade a todos os outros, mas no qual os salários reais aumentaram quase 14%.

smbra3.png

Finalmente, não se deve esquecer que estes são valores médios, ou seja, pode haver trabalhadores que não tiveram variação alguma, outros que até passaram a ganhar mais em termos reais e outros ainda cujas perdas terão sido maiores dos que as calculadas. 

Cabe a cada um, se estiver interessado, avaliar do seu caso em particular, se está dentro da grande tendência revelada, o que terá acontecido à grande maioria, ou se a sua é uma situação diferente. 

28
Ago18

Portugal, País de Baixos Salários

Albertino Ferreira

O recurso a diferentes fontes, e métodos de cálculo, confirmam, Portugal é um país de baixos salários; é esse o modelo de desenvolvimento que está implantado no país. Todos os discursos em contrário, escutados ao longo dos anos, têm de ser entendidos como mistificação oficial. A realidade deixa lugar para outra interpretação?

Portugal é o país mais ocidental da União Europeia, mas em termos salariais está integrado no leste da mesma!

 

salário.png

 

salário1.jpg

 

16
Ago18

Relativamente um pouco melhor no financiamento do ensino secundário

Albertino Ferreira

No ensino secundário, Portugal volta a encontrar-se no grupo de países com financiamento por aluno mais baixo. Mesmo assim, encontra-se em melhor posição relativa do que nos outros níveis de ensino, isto é, é maior o número de países que gasta menos.

 

s1.png

 

s2.png

O financiamento do ensino secundário sofreu com a crise também; contudo tem tendência crescente no período considerado e, sem atingir os valores de 2013, recupera um pouco em 2015 relativamente a 2014.

s3.png

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D