Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

05
Mai19

As dívidas podem perdoar-se

Albertino Ferreira

Há dias soube-se que vários bancos tinham perdoado a dívida milionária de um milionário. Afinal a dívida pode perdoar-se. Se o fazem com privados porque não fazer o mesmo com a dívida pública? No passado aconteceu várias vezes. Porque não o fazer agora? O certo é que a questão da dívida não se resolve como os governos têm procedido até agora. No final do dia, a dívida continua imensa e impede que se tomem medidas necessárias, provoca crises se se procura concretizar, como acontece agora, com a promessa de se demitir...

chartoftheday_17832_countries_with_the_highest_gov

 

28
Abr19

O défice e a dívida! O melhor é ficar sentado!

Albertino Ferreira

É mesmo por esse caminho que lá se vai para resolver o problema da dívida, então não é. manter o cinto apertado, furo atrás de furo que lá para final do século a coisa chega a bom porto, se existir país.

É aquela história de deixar de dar palha ao burro para que emagrecesse. Então agora que o burro estava magro, que já podia voltar a comer, morreu!? 

Questionar, há dívida odiosa, renegociar...

D4a-MKMWkAAyAmS.png

 

01
Mar19

Truquezito

Albertino Ferreira

O mapa assim apresentado distorce a realidade. Não mostra os países mais militaristas, em particular os EUA, que, só por si, gastam quase tanto como todos os outros países do mundo e que aqui aparece só em 17.º lugar. 

O que este mapa reflete é o esforço que cada país faz, ou se vê obrigado a fazer, com a sua segurança militar. 

Por exemplo, um país cujo PIB seja de 2 €, se gastar 1 € com as forças armadas gasta 50% do seu PIB, mas só gastou 1 €; outro país que tenha um PIB de 10 €, que gaste em defesa, 3 €, destina 30% do seu PIB para esses fins, em termos de percentagem, menos 20 pontos percentuais, mas em termos de gastos reais, mais 2€ do que o primeiro país, ou seja, destina aos fins militares mais 200% do que o primeiro país, mas relacionado com o PIB apresenta uma percentagem inferior.

Os senhores que fizeram o gráfico sabem destas contas muito bem, mas também são especialistas em fazer que o burro coma a palha que querem.

Dito isto, ainda bem que Portugal não aparece na lista vermelha, mas já é triste que não esteja na verde.

countries-highest-lowest-military-expenditure-perc

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D