Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

21
Mai20

O Programa de Estabilidade 2020 e quem pagará as medidas de combate à «COVID 19»

Albertino Ferreira

21754292_qfJFC.jpeg

Neste estudo o economista Eugénio Rosa analisa as diversas medidas aprovadas pelo governo de apoio às famílias e às empresas.

Os seus custos, os valores de despesa previstos pelo governo no Programa de Estabilidade 2020 que apresentou à Assembleia da República, e quem vai suportar os custos que são enormes – Orçamento do Estado ou Segurança Social.

Está prevista uma despesa que permite pagar o “lay-off” apenas a 792.000 trabalhadores quando no fim de Abril já estavam inscritos 1.328.000 trabalhadores.

Demonstra-se que se for o Orçamento do Estado só pode ser feito com receitas de impostos. Se for a Segurança Social poderá por em causa a própria sustentabilidade da mesma.

E conclui que, há mais vida para além do “coronavírus” e é preciso que o medo não paralise em casa os portugueses pois, caso contrário, as consequências da hecatombe económica, social, e a perda de direitos ultrapassarão certamente as do “COVID 19”:

(523.000 trabalhadores inscritos para “lay-off sem cobertura na despesa prevista no Programa de Estabilidade 2020 apresentado pelo governo, o desemprego, a falta de rendimentos, e a miséria estão a alastrar por todo o país perante o silencio e passividade causado pelo “coronavírus”).

Espero que este estudo possa ser útil para a reflexão e debate sereno e objectivo sobre situação actual que é grave também a nível económico, social e de perda de direitos dos trabalhadores, perante o silêncio da comunicação social que só fala de infectados e de mortes causada pelo «coronavírus».

21812243_h9dUA.gif

Para Ler:

 

Com a devida vénia: 

O CASTENDO

30
Jul19

Juventude maltratada

Albertino Ferreira

A maioria dos portugueses encontra-se limitada aos baixos rendimentos. A situação dos jovens menores de 18 anos ainda é pior. Aqui, os jovens portugueses são os oitavos na União Europeia com o menor nível de rendimentos, enquanto no total Portugal está um lugar acima.

Tanto que se fala na juventude, vai-se a ver e é o que há. O que pensarão disso os jovens que, nas campanhas eleitorais,  se limitam a fazer de cenário de enquadramento para os discursos dos dirigentes dos partidos políticos que têm governado Portugal?

RDMj.png

 

04
Mai19

O que pode e o que não pode

Albertino Ferreira

Perdoar a divida de multimilionários à banca, incluindo à Caixa Geral de Depósitos? Pode.

 

Entregar milhares de milhões aos banqueiros, atender a tudo o que pedem? Pode!

 

Satisfazer as necessidades e fazer justiça a quem trabalha? Credo, abre núncio, isso arruína as contas públicas, não pode!

 

Pronto, estamos conversados.

 

18
Abr19

Impostos sobre os salários

Albertino Ferreira

A carga fiscal sobre os salários diminuiu ligeiramente.  Enfim, sempre valeu a pena afastar a direita do governo e ter partidos de esquerda a condicionar um pouco o PS. Que só se deixou influenciar porque se viu com pouco mais de 30% da votação. 

Se voltar a encher o saco de votos, como indiciam as sondagens, será que continuará assim?  A Experiência histórica responde que não...

D33F01pXsAAXHoj.jpg

 

23
Mar19

Surreal

Albertino Ferreira

A UE tem motivos para estar contente, se acreditar na estatística que produz, a maioria dos cidadãos dos países da comunidade é pelo reforço dos poderes de Bruxelas, logo, pela redução da soberania de cada país; há exceções, claro.

Nem sei o que se diga, pelos vistos, estando a UE por perto, a maioria dos portugueses, focando apenas no nosso caso, acredita no Pai Natal e não tem noção da razão de ser dos problemas que nos afetam.

D06OZOEW0AAPMlC.jpg

 

20
Mar19

Deputadas e governantas

Albertino Ferreira

Portugal é dos países com maior percentagem de mulheres entre os deputados. O que é bom! Aprofunde-se, no entanto: o parlamento ficou mais prestigiado por isso?

D0gIsF6XQAACla2.png

Do mesmo modo, a presença de mulheres no governo de Portugal é de destaque. O que é bom.  O que não obsta a que se coloque a mesma questão: a política do governo ficou melhor?

D0gKDQPXcAEsUjy.png

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D