Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

27
Mar19

19 mil milhões de euros com bancos

Albertino Ferreira

Estado gastou 19 mil milhões de euros com bancos na última década

Dados atualizados pelo INE mostram que Governo gastou mais de 1.500 milhões de euros no ano passado, por causa do Novo Banco.

 

O Estado!   

Os partidos políticos, as personalidades políticas concretas que o fizeram, a UE que o exigiu também, podem estar todos descansados, no final, não foram eles, foi o Estado! 

 

 

30
Nov18

O Poder de Compra Concelhio

Albertino Ferreira

Dos concelhos analisados, é o de Santa Maria da Feira que tem um maior peso no poder de compra a nível nacional - 1,41%.

O que se explica pela sua população residente, que é maior; individualmente, o poder de compra de cada feirense é menor do que o poder de compra de cada pessoa em quase todos os outros concelhos, mas como a população do concelho é substancialmente maior, todos juntos acabam por representar um maior poder de compra no total nacional.

 

Por outro lado, a quebra verificada, 2015 versus 2000, em Espinho e São João da Madeira deve dever-se a uma diminuição da população, talvez conjugada com a queda do poder de compra individual, no caso deste segundo concelho.

ppc.png

 

26
Nov18

Poder de Compra Concelhio

Albertino Ferreira

Dos concelhos indicados, apenas os cidadãos de São João da Madeira, de Aveiro e Espinho têm um poder de compra superior à média de Portugal. Nos outros - Ovar, Santa Maria da Feira e Oliveira de Azeméis - o poder de compra das pessoas mantém-se abaixo da média nacional.

 

pccpc.png

De 2000 para 2015 as pessoas de São João da Madeira perderam poder de compra - uma quebra de 12,6 pontos percentuais - assim como as de Aveiro; pode dizer-se, que os habitantes desses concelhos continuaram mais ricos do que o dos outros, mas menos; e, claro, mais ricos do que a média dos portugueses.

Ao contrário desses concelhos, nos outros ganhou-se poder de compra, com destaque para Ovar - um acréscimo de 15,40 pontos percentuais.

 

pccpcpp.png

 

03
Out18

Maus hábitos alimentares? Menos saúde!

Albertino Ferreira

"De acordo com as estimativas efetuadas no âmbitoa iniciativa GBD – Global Burden of Disease (The Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME), em 2014, os hábitos alimentares inadequados foram o fator de risco que mais contribuiu para o total de anos de vida saudável perdidos pela população portuguesa (19%), seguidos da hipertensão arterial (17%) e índice de massa corporal elevado (13%), expressos em DALY (Disability Adjusted Life Years - 1 DALY corresponde à perda de um ano de vida saudável)". INE, PORTUGAL Alimentação Saudável em Números – 2015

 

anosvidasaudável.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D