Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Artigos Meus

Artigos Meus

23
Jul19

A leveza insustentável da dívida

Albertino Ferreira

Tanto se fala, percentagem para cima, percentagem para baixo, e a assim dita nossa dívida continua das maiores entre os países da UE.

Estamos a paga-la para que a situação fique melhor. É a justificação do governo, o que faz é sempre o melhor. Há apenas um pequeno pormenor: não é isso o que juram todos os governos, que as decisões que tomam são as únicas certas e as que irão promover o bem de todos? Pois é, depois sabe-se o que costuma a acontecer.

Mas não se espere do governo outro comportamento, o reconhecimento de que há outros caminhos, muito menos de que está a empenhar o presente o o futuro com as escolhas que realiza.

D_w8gODXoAE0MOJ.jpg

 

 

13
Jul19

O esforço de Portugal com a Saúde não impressiona

Albertino Ferreira

É certo que está ligeiramente acima da média da OCDE, mas longe dos melhores lugares. Mais importante do que a relação com o PIB é saber se o que está a ser feito é o suficiente para atender às necessidades e direitos de utentes e dos profissionais do setor, sem os quais não há bom serviço. A resposta parece ser negativa a concluir pelos notícias que saem a público de forma quase permanente. Portugal precisa de investir mais na saúde para para cuidar devidamente da sua população, cuja idade vai avançando.

DgxD0FLXUAIUElN.jpg

 

03
Jul19

O Governo está a destruir o país, sabe e não se importa

Albertino Ferreira

O investimento público é baixíssimo e o investimento total, público e privado, também, não retira Portugal dos últimos lugares.

O governo tudo sacrifica aos interesses de quem manda no euro, e aos agiotas da banca, ou, na sofistica linguagem oficial, o governo prioriza as boas contas públicas, que é como quem diz, "pobres mas honrados", é o antigamente aí outra vez e em força.

D7zoVwpWwAEnP7B.jpg

D75nX2xXYAEqtCj.png

 

28
Abr19

O défice e a dívida! O melhor é ficar sentado!

Albertino Ferreira

É mesmo por esse caminho que lá se vai para resolver o problema da dívida, então não é. manter o cinto apertado, furo atrás de furo que lá para final do século a coisa chega a bom porto, se existir país.

É aquela história de deixar de dar palha ao burro para que emagrecesse. Então agora que o burro estava magro, que já podia voltar a comer, morreu!? 

Questionar, há dívida odiosa, renegociar...

D4a-MKMWkAAyAmS.png

 

28
Mar19

Despesas militares elevadas em Portugal

Albertino Ferreira

Qual a necessidade para Portugal se encontrar entre os países da Nato com maiores despesas militares face à sua riqueza? O que ganhamos com isso? Que contributo vem daí para o nosso desenvolvimento?

Finalmente, para não alimentar fobias, não deixe de se reparar que o gasto militar conjunto dos países europeus da Nato supera em muito o da Rússia.

Europa-Geopolítica-Economía-Seguridad-Defensa-Co

 

27
Mar19

Despesas militares no mundo

Albertino Ferreira

Que loucura, que desperdício, que problemas já não se teriam resolvido com a aplicação útil desses fabulosos recursos, a doença e a fome, por exemplo, já feriam parte da história da humanidade, muito provavelmente.

Mundo-Geopolítica-Economía-Conflictos-Seguridad-

Note-se que a unidade escolhida, percentagem do PIB, prova o esforço que cada país faz em face da grandeza da sua economia, isto é, não mostra o valor absoluto da despesa militar de cada país.

04
Mar19

Que contentamento?

Albertino Ferreira

O governo canta loas pela visão salazarenta do défice orçamental próximo dos 0%. Qual o preço que se paga por isso? O do crescimento nominal rastejante da economia portuguesa, entre os menores ao nível da União Europeia, quando deveria ser o contrário. Lamentável.

Dir-se-á, mesmo assim superior à média comunitária. É verdade, mas é fraca compensação; não nos dá o desenvolvimento que precisamos, mostra antes que a UE não se encontra em bom estado de saúde...

Dy5CQQjW0AApsn9.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D